Cambionet

Cambionet

WhatsApp

Central de Vendas

4000-1239

Novo Visto para a Europa deve entrar em vigor a partir de 2023

Viajantes do Brasil que desejam viajar para a Europa a partir de 2024, com estadia menor que 90 dias, devem se preparar para solicitar de forma online o Etias (Sistema Europeu de Informações e Autorização de Viagem). A documentação será solicitada  para entrar em qualquer país integrante do Espaço Schengen (convenção entre países europeus sobre política de abertura das fronteiras e de livre circulação de pessoas entre os países signatários) .

O Etias é um sistema eletrônico de autorização de viagens criado pela União Europeia para aprimorar o controle nas fronteiras sem afetar as políticas de livre movimentação.

Conforme a União Europeia (UE), em 2023, cerca de 1,4 bilhão de pessoas de mais de 60 países isentos de visto precisarão ter uma autorização de viagem para entrar na maioria dos países europeus.

A exigência da documentação, que já foi adiada diversas vezes, tem o objetivo de combater a imigração ilegal, evitando ameaças de ataques terroristas.

Como solicitar

A solicitação do documento será feita pela internet, mediante preenchimento de formulário. O serviço, no entanto, ainda não está disponível.

Quem deve solicitar

De acordo com o site oficial da União Europeia, o Etias será obrigatório a cidadãos de 60 países. Na América do Sul, além do Brasil, viajantes de países como Argentina, Peru, Chile, Colômbia, Uruguai, Paraguai e Venezuela deverão solicitar a autorização.

Para requisitar o documento é preciso estar com o passaporte válido e ter uma viagem programada para algum dos países membro da convenção europeia, com duração máxima de 90 dias, seja para férias, trabalho ou tratamento médico, dentro de um prazo de 180 dias.

Que países vão exigir

O passageiro de posse do Etias poderá viajar pelos 30 países que compõem O Espaço Schengen: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça.